10 dicas para recuperar um cabelo quimicamente danificado

cabelo-ressecado1

 

Ressecamento, desbotamento, porosidade, quebra ou queda (excessiva ou localizada) após um procedimento químico são sinais de que os cabelos sofreram algum tipo dano provocado por coloração, alisantes, selantes ou mesmo com a aplicação de produtos inapropriados. O problema pode ser agravado por danos mecânicos como escovas, térmicos como secador e chapinha e por fatores como poluição, poeira, sol, vento, umidade, sal do mar e cloro da piscina. Listamos aqui 10 passos para você recuperar as madeixas e conquistar de volta a beleza dos seus cabelos.

  1. Identifique o problema

É fácil identificar um cabelo danificado pelo toque e pelo visual que ele apresenta, mas um teste simples feito em casa identifica se aquele fio está, de fato, danificado. “Estique-o e analise se há elasticidade. Se ele se partir facilmente, é sinal de que sofreu algum dano na sua estrutura, nessa hora a avaliação de um profissional de confiança e um tratamento adequado são fundamentais para recuperar a saúde e a beleza dos fios.

  1. Acerte na escolha dos produtos

Óleos vegetais ou essenciais, aminoácidos e vitaminas são ingredientes que devem estar na fórmula de produtos destinados à reparação dos fios. Escolha uma linha de tratamento completa: xampu, condicionador e máscara hidratante e dê preferência aos que tenham proteção contra os raios UV.

  1. Lave com atenção

Cabelos sensibilizados devem ser limpos com um intervalo de pelo menos dois dias e sempre com água morna. Banhos muito quentes retiram a camada de gordura que protege os fios. Por menor que seja o dano, a lavagem deve ser gentil e delicada, com movimentos de vaivém usando apenas as pontas dos dedos. E na hora do enxague se certifique que não restou nenhum resíduo nos fios ou no couro cabeludo, isso evita que o cosmético se acumule em determinadas áreas e garante uma limpeza mais eficiente. Diluir o xampu em um pouco de água antes de aplicá-lo na cabeça evita que o cosmético fique acumulado em apenas uma área, principalmente no topo da cabeça, não limpando os fios com eficácia. Num frasco a parte, dilua a quantidade que você usa de xampu com a mesma proporção de água.

  1. Preserve a raiz do condicionador

Na hora de aplicar o condicionador, distribua-o apenas no comprimento e nas pontas, esse cuidado é fundamental para não deixar o couro cabeludo oleoso e evitar o aparecimento da caspa, problema que, a longo prazo, enfraquece o fio. Enxágue muito bem para evitar que o cabelo fique pesado e opaco.

  1. Hidrate

Recuperar um cabelo extremamente danificado e multiprocessado exige paciência e disciplina, a estratégia é fazer muita hidratação com foco em reconstruir a força e a nutrição do fio, deixando as madeixas com a vitalidade e resistência típicas de um cabelo saudável.

  1. Cuidado ao pentear

Fios danificados embaraçam mais, por isso a escolha do acessório certo pode fazer toda a diferença ao pentear os cabelos. Pentes de osso ou de madeira são os mais indicados e devem ter dentes com espaçamento de, no mínimo, quatro milímetros; escovas largas, do tipo raquete, com cerdas moles e proteção nas pontas, são indicadas porque diminuem o atrito na escovação. O ideal é começar a escovação pelas pontas e ir subindo aos poucos.

  1. Proteja os fios

Ferramentas de calor, como secadores e chapinhas, são prejudiciais à saúde do cabelo e devem ser evitados ao máximo, principalmente durante o processo de reparação capilar. Quando for imprescindível alisar os fios, aplique antes um termoprotetor, use o secador a uma distância de 30 centímetros das mechas e programe a chapinha para aquecer a, no máximo, 180ºC.

  1. Corte as partes mais danificadas

As pontas são mais suscetíveis aos danos químicos, geralmente mais processadas, são as primeiras a apresentar ressecamento e quebra. Quando os danos concentram-se nas pontas, o ideal é cortar a maior quantidade possível das áreas sem chance de reparação; o mais indicado é o corte desfiado, que ajuda a eliminar a densidade do fio,  já o repicado deve ser evitado porque acaba deixando em evidência as pontas danificadas.

  1. Finalize apenas com o necessário

Alguns finalizadores, principalmente aqueles a base de silicone, deixam resíduos no couro cabeludo difíceis de dissolver que, depois de um tempo, causam ressecamento e até perda de fios, portanto não exagere na dose. Se o produto for uma pomada, uma quantidade do tamanho de uma ervilha é o suficiente para dar textura às mechas; se for em forma de creme sem enxágue, não aplique mais do que a proporção de duas moedas de 1 real.

  1. Aumente o intervalo

Caso não dê para se livrar do procedimento escolhido, seja alisamento ou tintura, aumente o tempo entre as aplicações; esses eles comprometem a camada hidolipídica do cabelo, deixando os fios sem elasticidade e movimento.

QUER DEVOLVER A SAÚDE PARA SEUS CABELOS? CONHEÇA O MIX OLEOTERAPIA BRASIL PARA CABELOS QUIMICAMENTE TRATADOS.

Oleoterapia Brasil

A OLEOTERAPIA BRASIL desenvolveu uma linha de produtos 100% naturais a base de óleos vegetais para oferecer o melhor da nutrição capilar a serviço da beleza dos seus cabelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *