6 dicas infalíveis contra pontas espigadas

pontas espigadas

Pontas espigadas são comuns em cabelos que passam por diferentes processos químicos, cabelos processados perdem muitos de seus nutrientes, aparentando isso em todo o comprimento, mas principalmente nas pontas por serem a extremidade mais distante da oleosidade da raiz, elas ficam com uma aparência extremamente rígida e ressecada.

Por isso todo cuidado é pouco ao realizar um procedimento, sendo essencial respeitar a pausa necessária entre alisamento/relaxamento e colorações/descolorações, eles deixam os fios mais fragilizados, castigando principalmente as pontas. Vale ficar atenta também a outros causadores de danos muito comuns, como a exposição ao sol e o uso frequente de secadores e chapinhas.

Prevenção é a palavra-chave, por isso uma série de cuidados ajudam a manter as pontas livres do aspecto espigado, confira:

1 – Use sempre produtos indicados para o seu tipo de cabelo

É importante conhecer o seu tipo de cabelo e a real necessidade dos fios para então utilizar produtos adequados às suas características. Observar se o cabelo é seco por inteiro ou misto, ou ainda se está ressecado, cada caso pede um produto diferente.

Independente do tipo de cabelo, óleos vegetais previnem pontas espigadas porque ajudam a manter a hidratação das madeixas com insumos naturais de efeito não cumulativo, facilmente absorvíveis pela fibra capilar; podendo ser utilizados de diversas formas: como leave-in, pré-xampu ou na umectação capilar.

2 – Deixe a temperatura da água o mais fria possível

A água dilata e abre as cutículas deixando o fio exposto e levando embora a hidratação. Já a água fria fecha as escamas, impermeabilizando as madeixas, dando também brilho ao fio. Uma dica boa dica é fazer o último enxágue com a temperatura mais baixa para selar a cutícula.

3 – Mantenha um cronograma capilar ativo

Para prevenir o aparecimento das pontas espigadas é importante manter um cronograma capilar ativo, pois pontas bem tratadas, hidratadas e nutridas são mais resistentes às agressões. Se o comprimento estiver saudável e as pontas estiverem muito ressecadas concentre o tratamento nesta região, mas cuidado para não causar excesso de proteína nas partes saudáveis do fio (para não provocar quebra), aplique o produto apenas nas partes que julgar necessário.

4 – Use sempre um protetor térmico

Para evitar o estrago pelo uso de chapinha e secador, basta aplicar sempre um protetor térmico para proteger os fios.

5 – Aposte num bom leave-in

Cabelos crespos e cacheados também podem sofrer com pontas espigadas, por isso mantenha um bom creme de pentear ou invista em óleos reparadores, além de proteger as pontas isso vai deixar seus cachos mais bem modelados.

6 – Realize cortes periódicos

Se as pontas espigadas persistirem mesmo após uma boa dose de hidratação, umectação (tratamentos a base de óleos) e reconstrução (com proteínas), a solução é realizar cortes periódicos para eliminar aos poucos o espigado; o ideal é que as pontas sejam removidas a cada dois meses para manter  as pontas saudáveis e o corte em dia. Não precisa cortar muito, de um a dois centímetros, somente para manutenção.

QUER DEVOLVER A SAÚDE PARA SEUS CABELOS? CONHEÇA O MIX OLEOTERAPIA BRASIL PARA CABELOS QUIMICAMENTE TRATADOS.

Oleoterapia Brasil

A OLEOTERAPIA BRASIL desenvolveu uma linha de produtos 100% naturais a base de óleos vegetais para oferecer o melhor da nutrição capilar a serviço da beleza dos seus cabelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *