7 erros cometidos na transição capilar

transição

  1. Molhar o cabelo sempre que pentear

Molhar o cabelo toda vez que for penteá-lo deixa os fios fracos, ressecados e opacos, podendo até favorecer a incidência de fungos se for prendê-lo em seguida. Se não consegue mantê-lo arrumado sem molhar, invista num borrifador e um leave-in de textura leve, assim você não sobrecarrega os fios e garante o efeito desejado.

  1. Não seguir um cronograma capilar

O cronograma capilar ajuda muito nos cuidados com o cabelo, seja qual for o tipo de cabelo (crespo, liso, cacheado, ondulado), requer disciplina, mas o momento de transição requer uma atenção especial, em que os fios devem ser recuperados da ação da química e devem ser preparados para assumir a sua textura natural, sendo que as etapas de hidratação, reconstrução e nutrição devem se adequar ao estado atual das suas madeixas, por isso é importante prestar atenção para aplicar o tratamento adequado para recuperar a saúde e obter o melhor do seu cabelo seja de que tipo ele for.

  1. Exagerar no creme

É verdade que o cabelo crespo é naturalmente mais ressecado porque a oleosidade natural produzida pelo couro cabeludo é distribuída de forma deficiente até as pontas por causa do formato curvo do fio, mas isso não significa que para corrigir o problema você deve encharcá-lo de creme de pentear; além de saturar, comprometendo a sua estrutura, pode causar queda, problemas como seborreia, além de deixá-lo com aspecto pesado. Se o seu cabelo está com dupla textura você precisa na transição são dos cremes que mais segurem as texturizações, invista em produtos ricos em óleos vegetais e manteigas; a palavra de ordem é experimentar! E, caso seja necessário, invista em dois tipos de produtos, um para cada textura.

  1. Não abolir a química

A transição tem que ser encarada de frente, então não cabe mais “abaixar a raiz”, “domar a juba”, “relaxar de leve”, “soltar os cachos”, seja qual for a expressão isso significa utilizar algum tipo de química e consequentemente mudar a estrutura do cabelo; e fique atenta, usar um produto para “cachear o crespo” tem o mesmo efeito de uma alisamento, é tratar quimicamente o fio e mudar a sua estrutura para obter o efeito contrário. O mesmo cabe para a tintura e descoloração, pelo menos durante a transição o cabelo precisa se manter o mais saudável possível, a parte lisa entrará em abstinência da química e ficará fragilizado, ressecado e quebradiço, por isso não é o melhor momento para tingir suas madeixas.

  1. Cuidar do cabelo como se ele já fosse natural

Não adianta iniciar a transição já comprando toda a linha de produtos cacheados, mesmo para quem fez o big chop, embora o fio que esteja seja teoricamente sem química, o couro cabeludo passou por períodos sendo modificado pela química, para se recuperar o couro cabeludo se leva em média 2 anos. Você perceberá que mesmo com todo o cuidado o cabelo cresce com um aspecto  mastigado, isso porque o fio nasce de um couro cabeludo danificado , é o “Scab Hair”. Então o ideal é usar produtos para cabelos danificados, secos, ressecados ou quimicamente tratados, mantendo o foco na reconstrução capilar.

  1. Resistir em cortar o cabelo

Quem está na transição tem que encarar a tesoura, é inevitável porque uma vez modificado quimicamente aquele fio nunca mais recuperará a sua textura natural, sendo que a única opção é cortá-lo. Acredite, o resultado é recompensador. Para quem tem coragem de enfrentar mudanças radicais ou tem apego a cada centímetro do cabelo, o remédio é programar pequenos cortes periódicos.

  1. Querer ter o cabelo idêntico ao de alguém

É motivador participar de grupos, trocar experiências e ver o resultado de quem venceu a transição e está feliz com a sua textura natural, mas tenha em mente de que cada cabelo é único, aprenda a aceitar o seu cabelo do jeito que ele e aprenda a tirar o máximo de beleza do seu fio.

QUER TER SEUS CACHOS HIDRATADOS? CONHEÇA O MIX OLEOTERAPIA BRASIL CABELOS CACHEADOS.

Oleoterapia Brasil

A OLEOTERAPIA BRASIL desenvolveu uma linha de produtos 100% naturais a base de óleos vegetais para oferecer o melhor da nutrição capilar a serviço da beleza dos seus cabelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *