Co-wash: saiba mais sobre a lavagem sem xampu

Com a promessa de lavar os fios sem xampu, o co-wash (abreviação do termo “conditioner washing” ou “lavar com o condicionador”) é um procedimento que aposta apenas no condicionador como o coringa dos cuidados capilares. A técnica consiste em evitar o uso do xampu durante a limpeza, já que os sulfatos presentes em sua fórmula abrem as escamas do fio, deixando os cabelos vulneráveis ao ressecamento e perda de nutrientes.

 

Para evitar esse ressecamento, o cabelo passa a ser “lavado” com o condicionador, e recebe xampu normal apenas em dias programados, para evitar que as madeixas acumulem resquícios de produtos em sua fibra capilar.

cowash3

Lavagem normal x co-wash

No “método tradicional”, sempre utilizamos primeiro o xampu que retira impurezas como óleos, gorduras, silicones insolúveis, entre outros, posteriormente aplicamos o condicionador para promover o desembaraço, maciez e repor ativos benéficos ao fio, de acordo com sua necessidade. Já no método co-wash, as impurezas são retiradas apenas por meio mecânico, ou seja, através da fricção dos dedos; o cabelo também se beneficia com o produto, pois devido ao seu pH, o condicionador mantém a cutícula selada, apenas limpando-o e tratando.

 

Qual o resultado do Co-wash?

Se o cabelo está muito ressecado, ou danificado por processos químicos, essa técnica pode ser uma maneira de recuperar a vitalidade e a saúde das madeixas, sem recorrer a hidratações e outros tratamentos de salão. Segundo as adeptas, o cabelo fica mais macio, hidratado e com menos frizz.

Uma questão a se observar é que técnica pode afetar o aspecto dos fios, pois ao usar o condicionador a raiz ficaria oleosa pelo excesso de ativos hidratantes do produto, podendo deixar os fios pesados, com aspecto sujo.

 

 Cacheados e crespos

O co-wash é indicado principalmente para mulheres com cabelos crespos ou cacheados. Os caracóis, que são característicos desse tipo de fio, impedem que a oleosidade natural presente na raiz atinja o comprimento e as pontas, tornando-os mais ressecados; problema que se agrava, em muitos casos, com o uso da maioria dos xampus, ricos em sulfatos e petrolatos.

Esses tipos de madeixa têm características que se beneficiam da técnica sem deixar os fios oleosos. O indicado para evitar o aspecto de fios pesados é usar condicionadores mais leves e sem muitos ativos hidratantes. No exterior, já existem produtos específicos para essa técnica. No Brasil, o ideal é apostar em condicionadores para cabelos oleosos e normais e que não contenham silicone, parafina ou petrolatos.

É indicado também para  quem tem sérios problemas com ressecamento, mesmo não tendo o cabelo cacheado.

 

Lisos

Quem tem fios muito finos ou lisos não consegue ter uma rotina de tratamento tão eficiente com esta técnica, já que esse tipo de cabelo não precisa de tanta hidratação e tratamentos para ficar saudável. Por isso, para quem deseja experimentar o co-wash, o ideal é avaliar o grau de ressecamento, a espessura dos fios e se é possível “lavar” as madeixas com condicionador sem ter como resultado fios oleosos e com aspecto sujo.

 

Mistos

Já para os cabelos misto, oleosos na raiz e ressecados nas pontas,  é necessário usar dois tipos de condicionadores: para que a raiz não fique ainda mais oleosa, indicado um condicionador ser específico para cabelos oleosos; já para o comprimento e as pontas, é recomendado o uso de um com maior poder hidratante.

 

Quimicamente Tratados

É especialmente indicado para cabelos quimicamente tratados, com mechas ou luzes, evitando fazer em cabelos oleosos.  Para quem lava os cabelos todos os dias e tem cabelos tingidos, é interessante intercalar a técnica com a lavagem convencional com xampu, assim a tinta dura mais tempo.

 

Como fazer o Co-wash?

A técnica é parecida com o ritual feito no banho:

  1. Molhe os cabelos com água morna e massageie por alguns minutinhos. Assim, a gordura do couro cabeludo vai sair.
  2. Retire o excesso de água, de preferência com uma toalha. O excesso de água no fio não deixa o condicionador penetrar no fio.
  1. Passe o condicionador na raiz e em todo o comprimento até as pontas (não economize produto!), massageando bem o couro cabeludo para ativar a circulação e limpar bem.
  2. Massageie as mechas de cima para baixo para limpar os fios com o condicionador.
  3. Em seguida, enxágue sem deixar excesso de condicionador nos cabelos. Você pode usar outro condicionador mais concentrado (sem óleo mineral) nas pontas e enxaguar.

Young woman applying deep conditioner

Quantas vezes fazer o co-wash?

Quem lava o cabelo cerca de 4 vezes por semana, pode intercalar, em duas lavagens usa um xampu  adstringente com PH em torno de 5 e nas outras duas usa o condicionador, respeitando a particularidade dos fios.

Para montar o calendário do co-wash, avalie a necessidade do cabelo e teste os períodos que o cabelo consegue ficar hidratado sem o aspecto de sujo ou pesado. A rotina de cuidado com o co-wash vem das experiências com o próprio cabelo, mas que, em caso de dúvida, é necessário procurar sempre pela orientação de um profissional.

cowash2

Recomendações

Quem está pensando em aderir, é bom saber que antes é preciso gastar um tempinho procurando o condicionador ideal. Isso porque o produto deve ser isento de parafina líquida, silicones e derivados do petróleo em geral (ingredientes muito comuns nos cosméticos e que criam uma “capa” sobre o fio). É justamente por causa de tais proibições que quem adere à técnica costuma se tornar expert em ler rótulos, para se certificar de que o produto é liberado.

  • Alguns ativos que entram na lista de vetados: sulfatos, derivados do petróleo/”petrolatum”, óleos minerais/”mineral oil”, vaselina, parafina liquida/”paraffinum liquidum”, “isoparaffin”, silicones insoúveis,”isododecane”, “dimethicone” e “alkane”.
  • Usar um condicionador qualquer pode acarretar problemas no couro cabeludo, como dermatite seborreica e queda. Por outro lado, se tiver um agente de limpeza na composição, como o derivado do coco ‘cocamidopropyl betaine’, melhor, pois confere uma limpeza mais profunda.
  • Também é bom saber que o método exige generosidade na quantidade de produto aplicado. Por isso, condicionadores mais baratos – desde que liberados, claro – fazem sucesso. Outra dica, pensando no custo x benefício, é buscar embalagens em tamanho profissional.
  • Intercale o co-wash e lavagens tradicionais, usando xampu com agentes de limpeza suaves. Os infantis geralmente entram nessa categoria.

 

Ainda que seja fácil encontrar casos de sucesso e muitos apaixonados pela técnica, alguns profissionais ainda são céticos quanto à sua eficácia, pois os xampus têm seu papel no cuidado com as madeixas, são eles que realmente limpam os cabelos e o couro cabeludo enquanto o condicionador apenas hidrata. Portanto, se vai aderir ao procedimento, usar um condicionador qualquer pode acarretar problemas no couro cabeludo, como dermatite seborreica e queda, por isso invista em produtos indicados.

 

QUER TER SEUS CACHOS DEFINIDOS? CONHEÇA O NOSSO MIX CABELOS CACHEADOS.

Oleoterapia Brasil

A OLEOTERAPIA BRASIL desenvolveu uma linha de produtos 100% naturais a base de óleos vegetais para oferecer o melhor da nutrição capilar a serviço da beleza dos seus cabelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *