Como cuidar dos cabelos após o big chop

bigchop3

Para quem decidiu assumir de vez os cabelos naturalmente crespos ou cacheados e enfrentar o difícil processo de big chop, reunimos aqui dicas importantes de cuidados necessários para lidar com essa nova realidade sem grandes dramas, confira:

– Aceite sua textura natural

A maior queixa de quem passa pela transição é a falta de definição do fio, mas é importante se levar em conta de que nem todo o fio tem o formato em curva, a depender do tipo do cacheado ou crespo ele pode ser mais aberto ou fechado, uns tendem a formar caracóis enquanto outros crescem em zigue-zague, por isso perseguir “o cacho perfeito” pode ser tão trabalhoso e danoso ao seu fio natural quanto investir em processos químicos de alisamento.

 

– Conheça novos produtos

Depois de retirar toda a química você terá uma real noção da estrutura do seu fio real e, provavelmente, a textura será diferente daquela do período de transição, por isso os produtos que você estava acostumada a usar podem não surtir o mesmo efeito e o seu cabelo não responda mais da mesma forma; aprenda a identificar o tipo produto que seu cabelo precisa e não tenham medo de experimentar produtos novos, inclusive aqueles que antes você não tinha gostado do resultado, mas nada de sair comprando todos os produtos para cacheados e crespos de uma só vez, comece aos poucos e sinta a resposta do cabelo com a novidade, uma boa dica é procurar indicações com quem possui textura parecida com a sua.

– Deixe o pente de lado e use as mãos …

Uma forma eficiente de diminuir a quebra e ajudar na definição do fio é abolir o uso do pente e usar os dedos para arrumar os fios. A técnica a princípio pode parecer trabalhosa, mas com o hábito passa a ser bem prazerosa; o segredo está em começar a desembaraçar pelas pontas, fazer movimentos suaves e utilizar um creme de pentear para facilitar o processo. Para quem não consegue abrir mão do pente a dica é optar pelos de madeira e com dentes mais largos ou um pente garfo.

 

– Invista acessórios e penteados

Cabelo curto pode ser sinônimo de estilo, é só deixar fluir a sua criatividade e investir nos acessórios, desde os grampos de todas as cores e tamanhos- para se usar na laterais do cabelos -, passando por tiaras, flores, lenços, bandanas e turbantes, opções não faltam. Nesse período talvez você se sinta pouco feminina e, para compensar, capriche também na maquiagem, e em acessórios que vão além de estilizar os cabelos, como brincos e colares. No início, talvez você não consiga fazer nenhum penteado e fique apenas nos acessórios, mas com o tempo você vai descobrindo formas de mudar o visual.

– Aprenda técnicas de modelagem

Técnicas de modelagem ajudam na finalização e contribuem positivamente no resultado final dos cabelos, mesmo com ele bem curtinho. Logo após o big chop algumas partes dos cabelos poderão ficar mais indefinidas que outras, algumas mais ressecadas por conta dos anos em que foram submetidas à química, dificultando a finalização; é provável que você tenha muito mais frizz e menos definição. Para quem quer disfarçar as partes mais danificadas e conseguir um resultado mais uniforme no cabelo, você pode utilizar métodos como: a fitagem, dedoliss (cachinhos com os dedos) e produtos como ativadores de cachos e géis para te auxiliar nessa tarefa; mas evite a aplicação na raiz do cabelo para que não ocorra acúmulo de produtos e o indesejado aspecto chapado.

O seu fio pode apresentar até três texturas e o segredo é respeitá-lo, então conheça e valorize o seu tipo de cacho e ofereça os cuidados apropriados, não tenha medo de testar métodos diferentes de finalização até encontrar o que mais os favorece para que você consiga o resultado final desejado.  É provável que você tenha muito frizz e pouca definição. Nessa fase, as formas de texturização podem ajudar bastante, mas a tendência é que depois de algumas hidratações o seu cabelo vá ganhando forma.

– Monte o seu próprio cronograma capilar

O cronograma capilar ajuda a você se organizar quanto aos cuidados com suas madeixas, existem muitas fórmulas prontas na internet, mas os cabelos têm, além das texturas, necessidades diferentes, some-se a isso as variações quanto ao clima, poluição e graus diferentes de processamento sofrido por cada fio (entre  químicas e alisamentos), por isso as etapas de hidratação, nutrição e reconstrução devem ser montadas conforme o tipo e o estado de cada cabelo, na sua rotina, no clima da região onde mora e nos ambientes que você passa maior parte do seu dia.

Aprenda a lidar com o fator encolhimento

O fator encolhimento é uma realidade das crespas e cacheadas, é inevitável por ser uma característica natural desses tipos de fio oi seja, eles parecerão bem menores do que realmente são, mas aquela sensação de que eles não crescem é pura ilusão. A hidratação é uma grande aliada, ela deixa os cabelos mais soltos e maleáveis, acrescentando centímetros preciosos ao seu visual. Clique aqui e conheça outras técnicas para driblar o fator encolhimento.

QUER TER SEUS CACHOS DEFINIDOS? CONHEÇA O NOSSO MIX CABELOS CACHEADOS.

Oleoterapia Brasil

A OLEOTERAPIA BRASIL desenvolveu uma linha de produtos 100% naturais a base de óleos vegetais para oferecer o melhor da nutrição capilar a serviço da beleza dos seus cabelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *