Mitos e verdades sobre cabelos alisados

liso

 

 

Causam queda de cabelo

Mito. O alisamento feito da maneira adequada, precedido de um teste de mecha para descartar alergias e verificar e resistência do fio, seguindo o modo de uso indicado, não oferece risco de queda dos fios. A quebra só ocorre quando o manuseio do produto é realizado de forma inadequada ou com incompatibilidade entre químicas.

 

Os fios ficam danificados

Verdade. Por conta da química usada ou do calor da chapinha e secador o fio perde proteínas e ceramidas, consequentemente se torna seco e, se não forem tomados os devidos cuidados regulares com a hidratação e reposição de nutrientes, acabam apresentando danos como perda de elasticidade, quebra, ressecamento, opacidade, fios rígidos, pontas duplas e perda de volume.

 

Qualquer tipo de alisamento promove o mesmo resultado

Mito. Alisamento, relaxamento, escova progressiva, cada técnica tem o seu resultado, porque ao usar compostos diferentes ela apresenta níveis diferentes de ação, que vão desde o relaxamento da fibra ao liso total.

 

Só o formol para dar o efeito do liso perfeito

Mito. O formol, também conhecido por formaldeído, formalina ou aldeído fórmico, é uma substância usada para conservar outras substâncias e até tecidos, se ingerido, inalado ou se entrar em contato com a pele pode causar irritação do nariz, tosse, diminuição da frequência respiratória, dor de garganta, sensibilização e até ferimentos nas vias respiratórias; a quantidade liberada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) é de 0,2%, assim ele age como conservante e não tem efeito alisante, para alisar o cabelo sem colocar sua saúde em risco use produtos à base de tioglicolato de amônia, hidróxido de sódio, hidróxido de cálcio e hidróxido de guanidina têm autorização da Anvisa e alisam com sucesso.

As escovas sem química não alisam completamente

Verdade. Algumas técnicas alisam os fios sem interferir na sua estrutura, agindo na cutícula, parte externa da fibra capilar, selando as escamas, o efeito é temporário, com o cabelo alinhado, disciplinado e com redução de volume. Essas técnicas são, na verdade, tratamentos intensivos que recuperam a queratina perdida dos fios, domando o volume e deixando o cabelo liso na hora e dura algumas lavagens.

Só deve ser usado xampu sem sal

Mito. Todo xampu tem sal, mas alguns têm menos quantidade da substância na formulação. O fator mais importante a ser observado é o pH do produto: as químicas do alisamento são alcalinas e desencadeiam alterações no pH natural do cabelo, que é ácido (variando de 4,5 a 5,5), por isso o cosmético utilizado deve seguir esse padrão para manter as características naturais e saudáveis, pois a alcalinidade favorece a abertura das cutículas.

Não se deve usar xampu anti-resíduos

Verdade. O efeito de “limpeza profunda” do anti-resíduos pode prejudicar alguns tratamentos capilares feitos para durar alguns meses; por ser um produto mais alcalino, ele força a abertura das escamas da fibra capilar e retira os excessos de dentro da cutícula do fio, mas junto com a oleosidade e resíduos vão outros elementos que se unem a fibra capilar, como os alisamentos e as colorações.

Uma alternativa é substituir o anti-resíduos por um xampu anti-oleosidade, pois ele é mais suave, mas limite seu uso a uma vez por semana.

Lavar o cabelo todos os dias retira o efeito liso

Verdade. Não são só os xampus de limpeza profunda que podem retirar o efeito liso dos fios; quem investe em técnicas de alisamento deve abrir mão de lavar o cabelo todos os dias; esse hábito pode acelerar a eliminação da química nos fios e diminuir o efeito liso. O intervalo ideal das lavagens é a cada dois dias, porém, as donas das madeixas mais oleosas podem intercalar os dias de lavagem.

Posso aposentar o secador e a chapinha

Mito. Quem faz a progressiva quer ter os fios lisos sem fazer escova, mas como a progressiva é um tratamento termoativado, o uso do calor reforça a ação do produto nos fios e, com isso, seu liso dura muito mais. Só é preciso evitar o uso abusivo destes equipamentos para que eles não danifiquem o fio, além de não abrir mão de um protetor térmico, mantendo o jato do secador a pelo menos 10 cm dos fios e evitando temperaturas extremamente altas.

A hidratação prolonga o efeito

Verdade. A durabilidade do alisamento vai depender dos cuidados que você tomar com seu cabelo e hidratar os cabelos semanalmente é essencial, isso dá movimento aos fios e sela as cutículas capilares, prolongando o efeito liso.

QUER DEVOLVER A SAÚDE PARA SEUS CABELOS? CONHEÇA O MIX OLEOTERAPIA BRASIL PARA CABELOS QUIMICAMENTE TRATADOS.

Oleoterapia Brasil

A OLEOTERAPIA BRASIL desenvolveu uma linha de produtos 100% naturais a base de óleos vegetais para oferecer o melhor da nutrição capilar a serviço da beleza dos seus cabelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *