Penteado infantil deve valorizar aspecto natural do cabelo

Prender todo o cabelo com várias tranças pequenas deixa o rosto da criança livre e cria um look divertido Foto: Tatyana Vyc/Shutterstock
O cabelo também pode ficar solto, com apenas um detalhe como o tique-taque lateral Foto: Tatyana Vyc/Shutterstock

O cabelo das crianças é mais fino e frágil, por isso precisa de muita atenção e cuidados diferentes dos indicados aos adultos. Os penteados também devem ser escolhidos para valorizar a estrutura natural do fio, sem abusar de produtos de fixação.

Prender todo o cabelo com várias tranças pequenas deixa o rosto da criança livre e cria um look divertido Foto: Tatyana Vyc/Shutterstock
Os fios podem ser usados soltos, com opção de um acessório para complementar o look Foto: Inga Marchuk/Shutterstock

A hair stylist Talita Penkal, do salão MG Hair Design, em São Paulo, aponta a higienização como o principal cuidado: “O xampu para criança normalmente não arde os olhos por conter detergentes suaves. A utilização de condicionador é fundamental para ajudar a desembaraçar o cabelo durante o banho. A partir dos 10 anos, pode-se começar o uso de produtos de adultos para cabelo normal ou cacheado, dependendo da estrutura dos fios”.

 

Prender todo o cabelo com várias tranças pequenas deixa o rosto da criança livre e cria um look divertido Foto: Tatyana Vyc/Shutterstock
Prender todo o cabelo com várias tranças pequenas deixa o rosto da criança livre e cria um look divertido Foto: Tatyana Vyc/Shutterstock

Para as meninas com cabelo crespo e cacheado, o uso de leave-in é indicado para ajudar a domar os fios. “Ainda sim, é importante consultar um profissional para saber exatamente qual produto usar, pois vendo o cabelo ele poderá diagnosticar a necessidade de cada um”, esclarece a especialista.

 

 

Chapinha e química

A hair stylist explica que o ideal é evitar o uso de aparelhos térmicos como chapinha e secador, principalmente nessa idade: “Muitas meninas escovam e prancham o cabelo, o que acaba causando ressecamento. Caso esses procedimentos não consigam ser evitados, é importante usar produtos termoativados para proteger o cabelo do calor e fazer hidratações mensais”.

É importante valorizar a textura natural do cabelo e não usar secador e chapinha na criança
É importante valorizar a textura natural do cabelo e não usar secador e chapinha na criança Foto: Andresr/Shutterstock
Prender todo o cabelo com várias tranças pequenas deixa o rosto da criança livre e cria um look divertido Foto: Tatyana Vyc/Shutterstock
Fazer vários pequenos coques com elásticos coloridos dá um ar divertido ao visual Foto: Max Topchii/Shutterstock

Ela ainda esclarece que os processos químicos e colorações podem ser feitos a partir dos 12 anos, mas com muito cuidado: “As consequências de um procedimento errado podem ser desastrosas e irreparáveis tanto para o cabelo quanto para a criança. O melhor é evitar qualquer química que altere a estrutura do fio e ensinar a criança a lidar com seu tipo de cabelo, mesmo que este seja diferente dos seus colegas”.

 

Prender todo o cabelo com várias tranças pequenas deixa o rosto da criança livre e cria um look divertido Foto: Tatyana Vyc/Shutterstock
O cabelo da criança não deve receber processos químicos como alisamento e tinturas, os pais devem incentivar a valorização a beleza natural Foto: MANDY GODBEHEAR/Shutterstock

Penteados

Talita aconselha fazer penteados que deixem o rosto da criança livre para brincar e correr, como a trança, a ‘Maria Chiquinha’ e o coque despojado. Os soltos também são uma boa opção.

Oleoterapia Brasil

A OLEOTERAPIA BRASIL desenvolveu uma linha de produtos 100% naturais a base de óleos vegetais para oferecer o melhor da nutrição capilar a serviço da beleza dos seus cabelos.